Destaque Notícias — 21 julho 2016

Categoria chegou a aprovar estado de greve, não abriu mão do aumento acima da inflação e saiu vitoriosa

 SONY DSC

Seis reuniões com os patrões para debater propostas. O número demonstra que foram intensas as negociações deste ano. “Sabíamos que seria uma parada dura por conta da situação atual do país, mas não abriríamos mão de melhores condições para os trabalhadores”, desabafa Lairson Sena, presidente do Sindicato dos Empregados em Postos de Serviços de Combustíveis e Derivados de Petróleo e Lojas de Conveniências em Postos de Curitiba, Região Metropolitana e Litoral (Sinpospetro).

Foram quase dois meses de idas e vindas e o acordo só chegou depois que o Sindicato convocou uma Assembleia extraordinária para aprovar o estado geral de greve. “Quando percebemos que os patrões não iriam ceder convocamos os trabalhadores, afinal são eles que decidem o rumo que devemos tomar. Todos foram unânimes em não aceitar o absurdo que o Sindicato patronal estava oferecendo”, explica. O absurdo a que Lairson se refere está na proposta dos patrões que previa reajuste abaixo da inflação e o corte de benefícios, como o vale alimentação.

A cartada final foi a mediação proposta pelo Ministério do Trabalho e Emprego. Cerca de 400 trabalhadores atenderam a convocação do Sinspospetro e compareceram ao local para ajudar a pressionar os patrões na última negociação antes da paralisação.

“As negociações foram difíceis, conseguimos na base da pressão, mas dado o cenário saímos vitoriosos”, comemora Lairson.

Pressão de todos os lados

Durante as negociações estiveram presentes representantes de todas as partes do Estado: Curitiba, Cascavel, Ponta Grossa, Londrina, Maringá e Federação Nacional.
Duas das seis rodadas de negociações foram intermediadas pelo Ministério do Trabalho e Emprego.

SONY DSC

SONY DSCSONY DSCSONY DSC

Reivindicações

Entre os pedidos do Sindicato estavam o reajuste salarial acima da inflação, o aumento no cartão alimentação e participação nos lucros e resultados, todos alcançados pelo sindicato. “Nós não abrimos mão e o resultado está aí. Claro que queríamos mais, mas sabemos também a situação econômica e financeira atual do Brasil”, afirma Lairson.

Conquistas da categoria

Aumento no salário de 10,397% – reajuste acima da inflação

Reajuste de 12% no vale refeição – totalizando R$ 413,40

21,22% de participação nos lucros

DSC01323

Mesmo diante da crise econômica e política do país, durante todas as reuniões nós debatemos e lutamos pelo que achávamos certo. Graças a dedicação da diretoria do Sinpospetro e da união dos trabalhadores conseguimos fechar a negociação acima da inflação, com ganho real. E passamos por cima até mesmo da falta de sensibilidade dos patrões.

Lairson Sena, presidente do Sinpospetro.

CONFIRA A TABELA SALARIAL ABAIXO:

Tabela_salarial_mai2016

Share

About Author

Comunicação Sinpospetro